Foi-se o tempo em que os homens não se preocupavam com a aparência e andavam por aí sem o mínimo de vaidade. O comportamento do homem moderno mudou e vem acompanhando o avanço da moda e suas tendências. O cuidado com o corpo e a saúde também entraram em cena e atualmente vemos muito mais caras interessados nesses assuntos.

Mas será que mesmo dando maior atenção para esses aspectos, os homens em sua maioria, sabem quais são os acessórios indispensáveis para eles no dia a dia?

Pensando nisso, preparamos esse post com as melhores dicas sobre o assunto e o que não pode faltar no guarda roupa dos homens ligados em estilo. Confira!

Carteira

Foto: Key Design

Os primeiros registros do aparecimento da carteira ocorreram após a introdução da moeda de papel no ocidente, pelo banco sueco Stockholms em 1661, após a falta de credibilidade das moedas em cobre e a paralela escassez da prata. Assim, o uso do acessório foi difundido em todas as classes sociais, já que todo e qualquer cidadão passou a utilizar as moedas de papel.

Atualmente o uso continua indispensável, assim como a necessidade de que o acessório tenha a sua cara e atenda às suas necessidades diárias, não é mesmo?! Então se liga no que é importante para ter a sua carteira ideal:

  • Como é um item que ficará constantemente à mostra, é necessário que esteja em boas condições de uso, sem descascados, rachados ou sujeiras. Então aposte em versões de qualidade, como as de couro, que valerão o investimento de cada centavo;
  • Já imaginou estar naquele encontro tão esperado, tirar a carteira do bolso e sair espalhando cartões e papeis pela mesa? Seria um mico e tanto! Então preste atenção na sua carteira, mantenha-a sempre organizada;
  • Aposte em modelos menores que comportam somente o que for essencial. São estilosos e discretos;
  • Além de conservação, organização e tamanho, invista em carteiras que atendam às suas necessidades diárias e se adequem ao seu estilo de vida. Assim você não corre o risco de olhar para sua e se arrepender todo santo dia.

 

Cinto

Foto: Key Design 

O uso dos cintos na idade moderna começou pelos militares nos anos 20, que os usavam para segurar armas e “finalizar” o estilo do uniforme. Já nos dias de hoje, além de utilitário, o cinto é um acessório de moda com diversas possibilidades de uso e combinações.

Independente de ser uma produção mais ou menos formal sabemos que o cinto vai além de um item que só serve para segurar a calça ou a bermuda, e por isso, a escolha do cinto ideal para cada ocasião deve seguir algumas regrinhas simples, mas que farão toda a diferença:

  • A fivela do cinto define com o que e onde usá-lo, portanto escolha o tipo que seja adequado para cada ocasião! Um exemplo claro e que deve ser seguido sempre é o da escolha de fivelas de metal, mais discretas e sofisticadas para o uso com roupas sociais – deixe as fivelas mais despojadas para usar com aquela bermuda em um dia de praia;
  • Quanto mais fino o cinto, mais formal ele será, certo? Nem sempre! Aposte em cintos que tenham uma largura compatível com a sua estatura, para não correr o risco de errar e acabar ficando desproporcional;
  • Além da fivela e da grossura, o material é uma particularidade muito importante para a escolha do cinto. Aposte em modelos de couro (couro de boi ou tecido sintético com aparência de couro) para uma produção mais formal e em modelos de sarja, suede e outros tecidos para ocasiões mais simples;
  • A cor dele também importa, devendo seguir a regra do “couro deve combinar com couro”. Veja nosso passo a passo e aprenda como combinar cintos com sapatos; 
  • Por último e não menos importante, preste atenção no comprimento do seu cinto: ele deve ter tamanho suficiente para passar pelo menos pelo primeiro passador depois da fivela. Se ele passar do primeiro passador, não tem problema, só cuide para que o tamanho não seja exagerado!

 

Mochila

Foto: Key Design

 Assim como o cinto, a mochila surgiu nos períodos de combate pouco depois do início do século XX com o boom das guerras na Europa, quando os soldados precisavam levar seus utensílios, suprimentos e armamentos pequenos.

Hoje, tirando a parte dos armamentos (ufa!), ainda temos a necessidade de um acessório que descomplique os momentos em que carregamos quase nossa vida nas costas.

A mochila tem a função de facilitar essas idas e vindas, comportando desde os materiais de trabalho, até as roupas do futebol. Para saber qual modelo se adequa melhor ao seu dia a dia, confira algumas dicas abaixo:

  • Você é o tipo de cara que trabalha pra caramba, corre de um lado para o outro, mas não perde a elegância? Aposte em um modelo de couro! As mochilas de couro são ótimas para várias ocasiões, podendo ser acessórios simples, casuais e refinados ao mesmo tempo;
  • Se você precisa carregar de tudo e mais um pouco invista em uma backpack! Este modelo tem um tamanho generoso e pode carregar seu notebook, produtos de higiene, roupas e o que você precisar. Ela tem compartimentos separados e de diferentes tamanhos, o que facilita muito na hora da organização;

Foto: Key Design

  • As mochilas feitas em lona e moletom também são muito bem-vindas, combinando com um estilo mais descontraído ou casual chique;
  • E se ainda não se sentir seguro com a mochila faça o teste com a pasta carteiro, que é um modelo curinga e muito popular entre os homens em ambientes profissionais ou de estudo.

Deu para perceber que não existe um manual fechado, né? Então faça uma lista de suas necessidades, veja qual mochila se adequa à sua rotina e escolha o modelo certo para você.

Com essa consultoria sobre acessórios, não tem como você ficar por fora, cara! Então aproveite essa visita aqui no blog e assine nossa newsletter para não perder nenhuma dica e novidade. Até mais!

Por Julia Biral e Mariana Delamura