E aí, parceiro, tudo certo? Ultimamente tenho visto vários homens com uma dúvida cruel: como escolher um modelo entre tantos tipos de carteira masculina que existem? E essa é uma questão importante, afinal de contas, se tem um acessório que nos acompanha por anos é ela, não é mesmo?

Logo, nada mais natural do que investir em uma que seja confortável, tenha um tamanho adequado e um visual maneiro já que a usamos em diversos momentos da nossa rotina na frente de amigos, colegas de trabalho, parentes e afins.

Por essa razão, fiz uma review das principais versões que você encontra no mercado para ajudá-lo a escolher a sua carteira sem erros. Confira!

Carteira de zíper

Fonte: goo.gl/4kv4EC

A primeira carteira é a de zíper. Por ter esse material, ela fornece uma boa proteção para quem carrega muitas cédulas e principalmente moedas no dia a dia.

Contudo, esse detalhe também tem um lado negativo visto que se os dentes do fecho desalinharem, o puxador pode ficar emperrado ou mesmo não fechar mais — sem mencionar que ele pode, literalmente, enganchar no tecido da sua calça ou bermuda, por exemplo. Já pensou que situação embaraçosa pode rolar se isso acontece justo quando você está em um encontro?

Outro aspecto que pesa como um contra desse modelo é o volume que ele faz. Isso porque, além de ter um grande número de divisões internas que tendem a ser de plástico (um material que se desgasta mais facilmente), ele tem um formato similar ao de uma necessaire — o que contribui para aumentar as dimensões da peça, em especial se você é do tipo que não sai de casa sem estar com vários documentos.

Carteira com velcro

Fonte: goo.gl/4g6jme

Outro dos tipos de carteira masculina que não pode faltar nesta review é a com velcro. Sim, aquela que muito marmanjo já teve na infância e na adolescência! De tamanho grande, ela conta com várias divisões internas (incluindo as de plástico) não apenas para dinheiro e documentos, mas também para cartões, folhas de cheque e moedas.

O resultado disso? Um acúmulo de itens que fazem o acessório, literalmente, inchar e se tornar uma missão impossível para tirar do bolso e colocar de volta nele. E como ela geralmente é de tecido sintético, como nylon ou poliéster, corre o risco de, durante esse processo, ficar com a superfície danificada com marcas ou, em casos mais sérios, ter a estrutura danificada e até ficar descascando.

O velcro também pode se tornar um grande problema no futuro já que, com o tempo, ele pode se desgastar e perder a capacidade de grudar — diminuindo a segurança e proteção dos seus objetos pessoais.

Carteira de couro

Fonte: Key Design

Já a carteira de couro, por sua vez, tem como principal característica a versatilidade. Afinal, ela vai bem em qualquer situação desde um cinema com a galera no fim de semana até o ambiente de trabalho (por mais formal que ele seja).

Além disso, esse material traz um acabamento mais delicado e refinado sem abrir mão de um aspecto maduro — o que é fundamental para mostrar que você é um homem consciente da sua idade, que valoriza os acessórios que possui e que compreende o peso deles na composição do seu visual.

Outro ponto favorável desse modelo é que ele elimina as divisões de plástico e as substitui por compartimentos nas laterais, contribuindo, dessa forma, para um espaço interno que não gera volume, tem uma durabilidade acentuada e não se torna desconfortável para você quando precisar sentar ou andar.

Carteira slim

Fonte: Key Design

A carteira slim, por outro lado, tem como foco a praticidade. Não é à toa que muitos a consideram uma versão compacta do modelo que acabei de falar. Com dimensões reduzidas, ela traz uma quantidade menor de compartimentos — sendo ideal para transportar apenas o necessário na sua rotina, como cartão de crédito/débito, RG/CNH, cédulas de dinheiro e cartão do plano de saúde.

Quem trabalha em ambientes mais formais (fóruns, escritórios de advocacia, bolsa de valores etc.) e costuma usar trajes sociais no cotidiano, como blazer e paletó, acaba adotando essa opção como a preferida. O motivo? É que ela é ideal para ser armazenada nos bolsos internos dessas peças sem se tornar algo incômodo ou pesado.

Porém, caso você precise levar consigo diversos documentos, essa, definitivamente, não é a melhor alternativa. Nesses momentos, vale a pena optar pelo modelo anterior que pode ser utilizado no bolso ou, se preferir, na mochila/maleta.

Carteira porta cartão

Por fim, há o modelo porta cartão que a cada dia ganha mais adeptos devido ao visual que vai além do slim e aposta na regra do “menos é mais”. A razão disso é que ela tem um design minimalista que dispensa a tradicional abertura das carteiras comuns e mantém apenas a parte de compartimentos frente e verso para, como o próprio nome diz, portar os seus cartões (apenas os essenciais, é claro).

Ela é bastante útil, por exemplo, para quem curte sair à noite para a balada, um festival ou um barzinho, por exemplo, uma vez que não faz volume no bolso e se adapta com total discrição, inclusive, para calças skinny — que são mais justas e coladas ao corpo.

Além disso, ela também pode ser feita de couro — o que acrescenta um aspecto mais masculino e versátil à peça. O único contra aqui é justamente o seu diferencial, uma vez que ela não permite levar muitos itens por ter o tamanho bastante reduzido. Nessas situações, uma boa sugestão é optar por um dos modelos já citados ou mesmo intercalar eles ao longo da semana.

Agora que você já conferiu a review e tem uma noção melhor sobre cada um dos tipos de carteira masculina, já sabe: escolha aquela que vai valorizar o seu visual e o seu estilo sem que para isso seja preciso abrir mão do conforto e da praticidade!

Aproveite o tema deste post e assine a nossa newsletter para ficar por dentro de outras dicas, temas e reviews para você incrementar ainda mais suas produções!