Com a mudança de estação, logo surge a necessidade de adaptar o visual. Afinal, o verão pede roupas mais leves e confortáveis, além, é claro, de um mix de acessórios. Contudo, não é difícil encontrar homens com dificuldade em se inspirar na moda praia masculina e mandar ver na composição de looks.

Foi pensando nisso que preparamos este guia completo com as peças-chave que estão em alta no momento e não podem faltar no seu guarda-roupa. Assim, você vai saber como se vestir bem para curtir a combinação de sol, mar e areia sem abrir mão da praticidade e do estilo. Confira!

Short masculino para praia

Moda-Praia-Masculina

Você é do tipo que se questiona sobre usar bermuda ou short quando vai à praia? Pois saiba que não é o único! Muitos homens compartilham dessa dúvida, com medo de não valorizarem o físico e o visual. Por essa razão, vamos começar falando justamente dessas peças e esclarecer pontos importantes sobre elas.

A bermuda, que é um clássico no vestuário masculino, conquistou muitos adeptos por trazer algumas características das tradicionais bermudas de sarja e jeans, como o corte reto, e ser usada em larga escala pelos surfistas — o que ajudou a popularizá-la e reafirmar o aspecto mais viril da peça. As principais características dela são:

  • comprimento na linha do joelho;
  • fechamento por velcro ou botão;
  • modelagem que não acompanha o formato das pernas.

Na contramão, o short estourou nos últimos anos como uma forte tendência da moda praia masculina europeia, em especial a italiana, que está sempre na vanguarda do assunto. Ele ficou conhecido, principalmente, por trazer uma série de referências ao formato de calção de banho usado pelos homens durante as décadas de 1940 e 1960. Entre as principais características dele estão:

  • comprimento na linha da coxa;
  • não possui fechamento, mas sim elástico ou cordão para ajustar;
  • modelagem slim, que se adapta ao formato das pernas.

Ambos são boas opções para variar o look ao sair com amigos, com a família ou com a namorada para curtir a combinação de areia, sol e mar, seja harmonizando-os com regatas ou camisetas, que podem ou não ser estampadas.

Entretanto, o short tem despontado como uma melhor opção justamente por conta de dois aspectos que parecem bobos, mas que fazem muita diferença e estão ligados ao comprimento: mobilidade e bronzeamento.

Sobre o primeiro aspecto, a extensão do short que não passa da metade da sua coxa — deixando, praticamente, toda a perna livre — representa um ganho imediato em flexibilidade para se locomover, correr e pular. Se você pretende bater uma bola com a rapaziada, jogar futevôlei ou qualquer modalidade em que os membros inferiores são mais usados, não há dúvidas sobre qual modelo escolher.

O segundo aspecto envolve o tempo em que você estará exposto aos raios solares. Se pretende ficar por um longo período na praia, sob o sol quente não hesite e vá de short!

A razão é bem simples: como o tecido dele cobre, basicamente, apenas dois palmos da coxa, você não corre o risco de ficar parecendo um sorvete napolitano, ou seja, da cintura para cima e do joelho para baixo bronzeado, mas no meio das pernas não. Isso é algo que ocorre sempre com quem usa bermuda e é bem incômodo, não é verdade?

Para completar, o short masculino traz um aspecto excelente para os homens que querem mostrar os resultados da academia e, de quebra, atrair os olhares femininos: a valorização do físico.

Afinal, ao contrário da bermuda que esconde o torneamento da musculatura na região das pernas, ele deixa em evidência o aumento nos músculos adutores e abdutores e o quadríceps.

Fora isso, o short também atrai a atenção para o seu abdômen. Bastante coisa, não é? Mas antes de adquirir um ou mais modelos dele, fique atento às nossas dicas abaixo.

Tamanho

Repare sempre no tamanho ao comprar um novo short. Como? Experimentando-o para analisar o caimento dele. A razão disso é que mesmo tendo a numeração que você veste, é possível que a peça tenha o formato um pouco menor e acabe ficando cavado na área da virilha.

Logo, por conta dessa falta de atenção, ao utilizá-lo, haverá um desconforto natural na região e ele até pode rasgar. Portando, ao vesti-lo, certifique-se de que ele se ajusta sem dificuldade, não marca a cintura e fica, pelo menos, dois dedos folgados.

Uma dica bônus para garantir que o tamanho está adequado é ficar na ponta do pé e levantar uma perna, dobrando-a. Se o tecido acompanha naturalmente o movimento dela e ainda assim se mantém próximo à linha da coxa da outra perna, a que está reta, é porque ele está correto.

Tecido

O tecido é outra dica importante ao adquirir novos shorts. Isso porque ele vai influenciar diretamente a capacidade de a peça secar rápido ou não. “Certo, mas como saber quais os tipos mais adequados?”, você deve estar se perguntando. Bem, a resposta é simples: dê preferência às fibras não-orgânicas, como o poliéster e o famoso tactel.

Fora a baixa absorção de água, eles ainda têm outra característica vantajosa: amassam, consideravelmente, menos. Isso quer dizer que quando a galera convidá-lo para passar um final de semana em uma casa de praia, você não vai precisar se preocupar se há ferro para engomar as roupas e não ficar com visual desleixado. Prático, não é?

 

Sunga da moda

Moda-Praia-Masculina-2Fonte: folhavitoria.com.br

Além da bermuda e do short, dos quais falamos há pouco, há uma terceira alternativa que é responsável por dividir opiniões: a sunga. O motivo disso é que muitos se sentem pouco à vontade em usá-la e estão presos a velhos tabus que ditam o que o homem pode ou não usar.

Contudo, a moda praia masculina tem rompido barreiras a cada dia e mostrado que o preconceito contra essa e outras peças são infundados e só limitam o guarda-roupa.

É por esse motivo que os homens modernos, que valorizam o visual e se preocupam com a aparência — pois sabem da importância de ambos —, não são guiados por esse paradigma. Ao contrário, gostam de explorar novas tendências e se arriscar, a fim de afirmar o próprio estilo, se sentir mais confiante e se destacar aonde quer que vá.

Portanto, se você quer usar essa peça, saiba que está mais que liberado! Da mesma forma, fica ao seu critério alternar entre ela e as demais opções para banho. Aliás, existem dois modelos de sunga pelos quais você pode optar: o tradicional e o boxer.

O primeiro é o formato mais cavado na virilha, similar ao das cuecas clássicas. Ele é indicado para quem é mais baixo e tem pernas mais finas, já que as alonga visualmente, ao deixar um pouco mais da coxa à mostra.

Já o segundo, que tem formato retangular, não conta com o caimento tão justo na virilha — o que, dependendo da preferência de cada pessoa, pode ser sinônimo de conforto. Ao contrário da sunga tradicional, ela é ideal para homens mais altos e com pernas mais grossas, já que proporciona um equilíbrio visual entre o tronco e os membros inferiores.

Fora esse detalhe, é preciso que você tenha alguns cuidados, tanto ao escolher o seu modelo quanto ao usá-lo, para não errar e colocar o visual a perder. São eles:

Certifique-se que o tamanho está adequado

O primeiro cuidado é conferir se o tamanho da sunga está adequado a você. O motivo disso é simples: caso seja de uma numeração inferior, ela vai ficar apertada, criar marcas na pele, causar desconforto e, inclusive, limitar os movimentos. Por outro lado, se ela tiver medidas acima das suas, corre risco de ficar frouxa e sair — por conta da pressão da água e das ondas — quando você estiver no mar. Consegue imaginar a situação?

Outro aspecto importante é dar preferência as que, além do cós com elástico, contem com cordão para ajustar. Desse modo, você ajusta da forma que considerar melhor e redobra a segurança ao usá-la.

Repare o nível de transparência

Outro cuidado importante, e que ainda assim muitos homens deixam passar, é reparar o nível de transparência da sunga. Isso porque os modelos brancos, quando molhados, podem mostrar mais do que devem e colocar você em uma situação constrangedora.

Contudo, isso não significa que é preciso deixar de lado aqueles que são dessa cor, nada disso! Dá para usá-los tranquilamente, desde que você confira, de antemão, se há forro interno na parte dianteira. Em caso positivo, o problema está resolvido, já que assim, ao sair do mar ou mesmo de uma piscina, o tecido não deixará transparecer nada.

Lembre-se que o lugar da peça é na praia

Sim, sunga sempre é uma ótima pedida para a praia, não tenha dúvidas. Entretanto, caso você pretenda estender o passeio em algum estabelecimento à beira-mar ou próximo à orla, como bistrôs, barzinhos ou lanchonetes, saiba que não é uma boa ideia ir usando apenas ela.

O motivo disso é que a peça é extremamente informal para ser usada só. Portanto, a melhor opção é ter um short sempre consigo. Dessa forma, dá para transitar entre diferentes ambientes sem destoar dos demais ou chamar a atenção negativamente.

 

Óculos de sol

Moda-Praia-Masculina-3Fonte: Pinterest

Um item que será figurinha carimbada nas suas produções são os óculos de sol. O principal motivo, como você já deve imaginar, trata-se da claridade provocada pelos raios solares que aumenta (e muito) no verão. Para muitas pessoas, ela chega a ser tão incômoda que causa dores de cabeça e visão turva.

Logo, eles são aliados essenciais para proteger os olhos e trazer mais conforto visual. Contudo, na hora de escolher um modelo, você deve ficar atento ao tipo de armação que ele possui.

Uma peça que não combina com o seu formato de rosto pode realçar pontos contrastantes da face e até mesmo deixar o visual grosseiro. Para ajudá-lo a não errar, nós reunimos, abaixo, algumas dicas sobre a harmonização entre armação e tipo de rosto. Veja:

  • rosto quadrado combina com armações redondas e mais delicadas que não destacam as linhas faciais;
  • rosto triangular combina com armações ovais e que contenham apenas a parte superior, para equilibrar as proporções entre testa e maxilar mais fino;
  • rosto triângulo invertido combina com armações quadradas que destaquem as maçãs do rosto e suavize a área da testa que é mais larga;
  • rosto redondo combina com armações retangulares que ajudam a afinar a face e ampliar o comprimento dela;
  • rosto oval combina com diferentes modelos, sem exceções, devido às proporções similares entre testa, maçãs do rosto e maxilar.

Além das sugestões acima, procure utilizar óculos com lentes de diferentes tons, que possuam uma pegada mais colorida e viva. Essa característica tem tudo a ver com a moda praia masculina.

 

Calçado na praia

Moda-Praia-Masculina-4Fonte: https://daffar.vn/blog

Ao falar de moda praia masculina, não podemos deixar de fora um complemento essencial para o look: o calçado. Afinal, no verão as temperaturas ficam mais altas e escolher uma boa opção impacta diretamente no seu conforto e praticidade. Justamente por isso, você deve considerar três aspectos ao decidir o que vai calçar.

  • Meus pés vão transpirar adequadamente com esse calçado?
  • Posso molhá-lo com frequência sem danificar a estrutura dele e lidar com formação de maus odores?
  • Ele é fácil de tirar e colocar ou vou ter trabalho toda vez que quiser dar um mergulho e andar descalço na areia?

Por meio dessas perguntas, será fácil descartar quais alternativas não são indicadas, como botas, coturnos, sneakers e até mesmo os populares tênis de lona.

Para entender melhor o porquê disso, basta analisar os modelos que você tem em casa e logo perceberá que todos eles contêm partes que são coladas ou prensadas, podendo se desgastar rápido ou pior: se desprender em contato com a água.

“Então quais os calçados são indicados para o meu visual?”. Para responder a essa pergunta, nós reunimos três sugestões abaixo.

 

Chinelos

Moda-Praia-Masculina-5Fonte: friday.mk

Sim, os bons e velhos chinelos serão seus grandes companheiros no verão! Feitos de borracha, são bastante resistentes, discretos, confortáveis e, para completar, oferecem máxima proteção para a sola do pé, evitando possíveis queimaduras quando a areia está muito quente. Portanto, escolha um modelo que lhe agrade e combine com shorts, camisetas e outras peças leves do seu guarda-roupa.

Sandália

As sandálias, de certa forma, são uma evolução dos chinelos. São modelos mais encorpados para resistir a atritos e fricções da sola na calçada ou na areia e oferecem maior estabilidade, já que as tiras são transpassadas e cobrem boa parte do peito do pé.

Fora isso, podem ser feitas com vários materiais, como lona, borracha e couro — que está em alta graças à versatilidade e ao aspecto mais viril que ele traz para o look.

Alpargata

Uma terceira alternativa é a sandália alpargata, que reveste e protege os pés, tem uma pegada mais informal e preza pelo conforto. Esse modelo é conhecido por ter o solado de lona ou EVA integrado a um tecido orgânico — como brim, linho ou algodão — por meio da costura e não com colagem, como acontece com os tênis, os sapatos e as botas. 

Dessa maneira, a peça garante uma melhor transpiração e evaporação do suor. Logo, pode ser usada, sem receio, quando você quiser transitar da praia para um ambiente fechado, como um restaurante ou uma loja, no lugar dessas outras opções de calçados.  Além disso, é fácil encontrar modelos de alpargata que variam em cor, estampas e até grafismos.

Acessórios masculinos

Para finalizar, não podíamos deixar de fora os acessórios que combinam com a moda praia masculina e fazem toda a diferença no seu visual. Afinal, o beachwear tem como principal característica a casualidade no vestuário.

Portanto, são os adereços que roubam a atenção e valorizam a composição, em especial, quando o short e a camiseta/regata são básicos, com cores sólidas e sem estampas ou grafismos. Preparado para saber quais são eles?

 

Boné

Moda-Praia-Masculina-6Fonte: outfittrends.com

O primeiro acessório da nossa lista, seja para curtir a praia, passear na orla ou participar de algum programa na areia, é o boné. Afinal, ele é um grande aliado para proteger a cabeça e a face contra os raios solares, que são mais intensos no verão e em regiões litorâneas.

Dessa forma, você consegue minimizar o calor e a sensação de abafamento causados pelas altas temperaturas que, em casos mais severos, chegam a provocar desconfortos físicos, dores de cabeça e até náuseas. Além disso, o boné também ajuda a diminuir a claridade que afeta a visão.

Para completar, ele vai muito bem com shorts, bermudas, camisetas e regatas, contribuindo para um visual mais descolado e praiano.

Dica extra: caso queira variar entre boné e chapéu, opte pelos modelos boater e panamá, que são os mais casuais e combinam com looks mais leves e básicos.

Mochila

Ao ir à praia, você certamente levará toalha, protetor solar e, em alguns casos, até peças de roupa, como uma camiseta extra para se trocar acompanhar a galera até outro local. Entretanto, não dá para levar tudo isso em mãos e deixar jogado em qualquer canto, não é verdade?

Existem também situações, quando há outros acessórios, como óculos e boné, em que, por um descuido, eles podem ser esquecidos na areia ou em uma barraca de praia. Já pensou nisso? Por esse motivo, não deixe de contar com uma mochila constituída de material impermeável, como lona ou nylon, e que seja versátil para combinar com o seu visual.

Assim, dá para transportar tudo em segurança, inclusive o celular e um carregador portátil para tirar algumas fotos e postar nas redes sociais depois. De quebra, a mochila ainda serve para guardar aquele snack para matar a fome e evitar gastos desnecessários. Mil e uma utilidades, não é mesmo?

Relógio

Você já ouviu falar que relógio e praia não combinam? Esqueça essa ideia! Há modelos específicos, como os esportivos, que são voltados, justamente, para quem vai entrar no mar, seja para dar um mergulho ou praticar algum esporte — como surf, kitesurf, stand up paddle etc.

Isso acontece porque eles são feitos com pulseira de borracha, o material mais indicado para suportar a pressão da água e evitar danos no aparelho.

Alguns relógios, inclusive, dispõem não apenas de cronômetros e marcadores de distância — para quem gosta de medir o tempo e percurso de cada performance —, mas também monitores de cadência de braçadas para acompanhar o desempenho durante o nado.

 

Pulseira

Moda-Praia-Masculina-7Fonte: Pinterest

Fora os acessórios anteriores, vale a pena incrementar a produção com uma ou mais pulseiras. Inclusive, elas podem ser usadas em combo com o relógio e ajudam a deixar o visual muito mais estiloso. Para tanto, prefira aquelas compostas por tecido ou por corda, que são materiais duráveis e não se desgastam em contato com a água.

E como estamos falando de moda praia masculina, uma dica é usar pulseiras com pingentes, como os de âncoras, boias e lemes, fazendo alusão ao estilo náutico.

Colar

Para finalizar a composição, não esqueça o colar, que também é peça-chave, ao lado das pulseiras, para incrementar roupas básicas, expressar personalidade e deixar a apresentação ainda mais caprichada!

Você pode usar apenas um ou, se estiver mais à vontade, explorar um mix de colares, mesclando modelos com diferentes tamanhos e formatos. Quanto ao tipo de material, não há erro: os de tecido e couro são as melhores opções.

Ambos são bastante versáteis e vão bem tanto com camisetas básicas quanto com aquelas estampadas que apostam na tendência jungle beat — estilo com ilustrações e grafismos cheios de referência à natureza. Contudo, lembre-se: antes de entrar na água, retire eles e guarde-os na mochila para não perdê-los no mar enquanto mergulha!

Agora que você já sabe tudo o que precisa para aderir à moda praia masculina e fazer sucesso no verão, é hora de preparar o seu guarda-roupa e repaginá-lo com as peças e acessórios que estão em falta nele. Dessa forma, você vai dar um up no visual, realçar o seu estilo, se destacar no seu grupo de amigos e ainda mandar ver na paquera!

Aproveite e conta pra gente nos comentários: quais são os seus planos para curtir a estação mais quente do ano?