Embora seja cada vez mais frequente homens se interessarem em se vestir bem, cuidarem do visual e procurarem por novidades do mundo da moda masculina, nem sempre foi esse o comportamento da grande maioria.

Por muito tempo esse universo foi delegado quase que exclusivamente às mulheres e fugir ao padrão era motivo de olhares curiosos (quando não maldosos e reprovatórios).

E é justamente para entender o porquê da moda ser tratada por alguns como tabu que preparamos este texto especial. Acompanhe!

1. A importância da moda masculina

moda masculina

A moda masculina não se resume apenas a estética ou vestuário. Ela é um reflexo direto do indivíduo, permitindo que ele projete por meio das suas escolhas o que quer que os demais vejam.

É uma forma de valorizar seus pontos positivos para atrair pessoas para o seu círculo pessoal ou profissional por meio da identificação que muitas vezes acontece por tribos, segmentos ou grupos.

Mas não só isso. Ela também é uma ferramenta de comunicação e expressão que se dá pelo seu biotipo, pela sua imagem, pela personalização das cores, texturas e acessórios ou sua postura.

Isso porque desde o momento em que você decide usar determinada peça, fazer um novo penteado ou deixar a barba crescer, estão envoltos na sua decisão uma série de significados psicológicos, culturais e sociais que são parte e reflexo da construção da sua personalidade.

Ou seja, a moda compõe sua indumentária e também contribui para o seu comportamento, dando na mesma medida a sensação de pertencimento como de diferenciamento.

2. Moda masculina: preconceito ou tabu

moda masculina

Homens não podem vestir nada que seja rosa ou que tenha tonalidades muito claras e “delicadas”, não podem usar acessórios nem podem usar roupa justa — calça apertada então, nem se fala! Você certamente já ouviu alguma dessas afirmações, se não todas, não é mesmo?

Parte dessas “proibições” referentes ao vestuário masculino propagavam o mesmo resultado: essas escolhas afetariam a sexualidade daqueles que fugissem ao padrão. Afinal, são coisas que as mulheres fazem com suas roupas e agir igual seria um sinal de feminilidade indesejável.

Por todo o século XX, e especialmente na segunda metade dele, esse tipo de pensamento foi reforçado cultural e socialmente. Homens não precisavam se preocupar com o que vestir.

Quando não estivessem de terno, poderiam usar algo básico como uma camiseta, uma bermuda e um chinelo e estaria tudo bem. O visual masculino era homogêneo, quase não tinha personalidade própria.

Quem arriscava e incluía mais opções era facilmente categorizado como homossexual. O preconceito misturado com o medo não deixava muitas saídas para quem queria inovar no vestuário.

Contudo, ainda assim, existia algo capaz de lançar alguma luz sobre o apático guarda-roupa masculino: o mundo artístico. Seja na tv, no cinema ou na música, os artistas davam os primeiros passos para a quebra de velhos paradigmas.

Os Beatles surgiram com peças bordadas e cheias de estampas na década 60, época do Woodstock, enquanto Gilberto Gil e Caetano Veloso trouxeram o universo das cores com o movimento Tropicália no mesmo período.

Já nos anos 80 foi a vez das produções cinematográficas mostrarem o homem dando importância a sua aparência e se preocupando com o que vestir. Gatinhas e Gatões (1984), Curtindo a Vida Adoidado (1986) e Dirty Dancing (1897) são alguns exemplos.

Em meados da década de 90 e inícios dos anos 2000, os folhetins nacionais lançavam seus ídolos que eram não apenas galãs cobiçados pelas mulheres, mas exemplos para todo o público masculino: Fábio Assunção, em Por Amor, Reynaldo Gianecchini, em Laços de Família, Bruno Gagliasso, em Chiquititas, entre tantos outros.

Todos esses eventos serviram para, aos poucos, quebrar aquela ideia de que o homem não podia chorar, precisava dominar, sustentar a casa e, claro, não podia se preocupar ou dar valor à moda.

Com o esfacelamento de tantos conceitos errados em paralelo a luta pela igualdade de gênero, a evolução de pensamento pela liberdade sexual e a globalização — que veio acompanhada de duas sombrias guerras mundiais e diversos movimentos sociais e culturais — a sociedade mudou e passou a não ver mais o mundo da moda masculina como um tabu, mas sim como uma oportunidade de mercado.

Em pouco tempo, diversos ramos segmentados, desde cuidados pessoais a acessórios personalizados, começaram a aparecer para esse “novo homem” capaz de investir em si mesmo.

Modelos masculinos ganharam a atenção nas passarelas e, muitas vezes, personalidades de outras áreas, como o futebol, costumam aparecer modelando, como é o caso de Cristiano Ronaldo e David Beckham.

Infelizmente, é claro, ainda existem muitos homens que têm bloqueios e diversos receios ao explorar esse universo tão rico em possibilidades. Porém, é um número que vai sumindo a cada dia e dando lugar a uma nova geração antenada com a moda.

3. A moda e os famosos

moda masculina

Há pouco falamos sobre como a moda e o mundo artístico sempre estiveram intrinsecamente ligados. E essa união tão sólida e duradoura não é para menos. Afinal, as celebridades sempre serviram como fonte de referências para quem busca se sobressair e se destacar na sua rotina.

Não importa se os problemas dizem respeito ao vestuário ou à aparência. Os galãs que alcançam o estrelato podem servir facilmente como inspiração para qualquer homem mudar o seu visual, ficarem mais estilosos e atraírem a atenção das mulheres.

E isso se deve a um motivo em comum: todos eles procuram se informar, pesquisar e estar por dentro das tendências para poderem se expressar e imprimir sua personalidade por meio das suas escolhas de roupas e acessórios.

Um exemplo é o ator carioca Cauã Reymond. Com 36 anos, ele já trabalhou como modelo quando mais novo em Nova York, Paris e Milão e hoje é um dos artistas mais conceituados do país. Seu estilo preza pela casualidade, o conforto e, principalmente, a versatilidade. É um homem que sabe se adaptar aos ambientes que frequenta.

Bruno Gagliasso é outro astro que também se destaca no quesito moda. Além de atuar desde muito novo e investir em outras áreas, como a de empresário, ele sempre atrai a mídia graças ao seu guarda-roupa.

Isso porque ele está cheio de peças coringas — como jeans e camisetas, tanto lisas quanto estampadas — com modelagem slim fit que valorizam os seus atributos físicos e bom gosto.

Rodrigo Santoro é outra personalidade que não poderíamos deixar de listar aqui. Em alta em devido ao seu papel na série Westworld, o ator brasileiro vem ganhando cada vez mais espaço internacionalmente e firmando seu nome em Hollywood.

Adepto de cores neutras e terrosas, o galã é visto frequentemente com ternos com corte de alfaiataria. Porém, engana-se quem acha que suas vestimentas são sempre formais. Quando não está em premiações e eventos, Santoro não abre mão de um visual despojado, porém não menos estiloso.

Outro famoso que é um ícone dentro e fora dos campos é o Cristiano Ronaldo. Nascido na Ilha da Madeira, em Portugal, ele tornou-se popular em todo o mundo jogando em grandes times europeus e participando de grandes partidas.

Contudo, CR7, como também ficou conhecido, não é apaixonado apenas por futebol. Seu estilo casual chic é outra marca registrada do seu perfil. Dificilmente você o verá sem uma composição confortável e elegante onde as cores e os tamanhos de cada roupa não sejam previamente pensadas para manter a harmonia visual.

4. Criando seu estilo

O mundo da moda masculina é uma combinação de tendências, inspirações e detalhes. Ele não se restringe apenas ao que você veste e aos acessórios que utiliza no seu dia a dia. Ele também envolve a sua aparência e os cuidados que você tem com ela.

Afinal, não adianta estar super bem produzido, mas com um aspecto descuidado e desleixado com o cabelo, a barba e a pele, não é verdade?

Por essa razão, reunimos algumas dicas para você não abrir mão dos cuidados pessoais e garantir um estilo cheio de atitude e personalidade.

4.1 Cabelomoda masculina

Muitos homens têm o conceito errôneo de que o único cuidado necessário com os fios é, basicamente, lavá-los. Acontece que eles não poderiam estar mais enganados.

O cabelo é uma parte essencial da sua aparência e é capaz de ser moldado e transformado para realçá-la e lhe dar um visual mais juvenil, robusto, maduro etc.

Portanto, esse é o momento para você dar a devida importância que ele merece. Para começar, é claro, vamos falar da lavagem. Aqui dois pontos são fundamentais. O primeiro diz respeito ao tipo de shampoo que você usa.

Isso porque não basta usar qualquer um para higienizar os fios, é preciso usar a versão indicada que atenda às necessidades do seu tipo de cabelo, seja ele oleoso, colorido, com queda acentuada, com caspa etc.

O segundo diz respeito ao número de vezes que você lava eles. Se você lida com a oleosidade no seu couro cabeludo, por exemplo, a frequência deve ser diária para retirar as impurezas acumuladas ao longo do dia e controlar a produção de sebo, evitando também o aparecimento das caspas.

Mas se o seu caso é o oposto e você tem o cabelo mais seco, vale a pena repensar a periodicidade, já que ele pode se tornar quebradiço além de estimular ainda mais o ressecamento.

Outra dica importante se trata dos penteados diferenciados. Se você aprecia fazê-los, saiba que essa pode ser uma alternativa interessante para estilizar os fios. Contudo, evite usar gel, pois ele contém álcool que os resseca e afeta o seu crescimento.

No seu lugar, dê preferência por ceras, pastas e pomadas modeladoras que garantem uma boa fixação com efeito matte e aromas muito mais sutis.

Por fim, não se esqueça de renovar sempre o corte do seu cabelo, pois esse detalhe é fundamental para garantir o volume e a maleabilidade dele e não deixá-lo com aquele jeito de “sem vida”.

4.2 Barba

moda masculina

A barba, assim como o cabelo, precisa de atenção redobrada. Afinal, a falta de cuidados pode detonar seu visual e passar uma imagem de desleixo para as pessoas ao seu redor.

Para evitar isso e ter os pelos faciais com um aspecto sempre saudável higienize-os diariamente. Você pode estabelecer uma rotina específica para a lavagem deles ou limpá-los durante o banho, por exemplo.

Dessa forma, elimina as impurezas e a oleosidade que provocam odores indesejados na região. Porém, não se esqueça de usar shampoos e condicionadores adequados para eles.

Outro ponto importante é dar preferência a água fria, já que as altas temperaturas irritam a pele sob os fios. Pentear os pelos é outro hábito que deve fazer parte da sua rotina. E isso se deve ao fato de que esse ato ajuda a deixá-los mais fortes e saudáveis além, é claro, de evitar nós entre eles.

O uso de óleo e balm também são essenciais para a manutenção de uma barba verdadeiramente estilosa, pois ajudam na hidratação, no brilho, na maciez, no condicionamento e até mesmo na restauração dela quando necessário.

Já para quem gosta de modelar os fios e dar uma diferenciada no visual nada de usar modeladores para o cabelo. Há versões específicas para essa área como a cera para bigode, por exemplo.

Uma boa sugestão para que você possa manter os cuidados com a barba sempre em dia é montar um kit com os esses produtos específicos que listamos há pouco e deixar sempre consigo, seja na mochila ou no carro. Assim não há como descuidar da aparência!

4.3 Pele

A pele também demanda cuidados diários. E ao contrário do que muitos homens pensam, não é apenas o rosto que merece atenção.

Isso porque, assim como as mulheres, o sexo masculino também está sujeito a ter pele oleosa ou seca, ter pelos encravados — especialmente ao se depilar ou tirar a barba —, ter cravos ou espinhas etc.

Portanto, a sua rotina de cuidados deve se estender a ela também. Uma dica que você certamente já ouviu, mas provavelmente não põe em prática, é o uso do protetor solar. E isso acontece porque várias pessoas tendem a associar o seu uso somente à praia.

Acontece que você não se expõe ao sol apenas quando está de frente para o mar. Diariamente os raios solares chegam à sua pele e, quando não há uma proteção adequada, aceleram o envelhecimento, provocam manchas e em casos mais sérios até câncer de pele.

Por isso, faça do uso do protetor solar um hábito diário, inclusive em dias nublados, pois a incidência dos raios UVA e UVB é a mesma. Além da proteção contra o sol, não esqueça de higienizar a pele adequadamente para retirar as impurezas e o sebo — caso ela seja oleosa.

Uma boa solução para a limpeza da cútis é o uso de esfoliantes que, além do efeito adstringente sobre ela, ajuda a renová-la eliminando as suas células mortas. Já para quem tem a pele seca uma sugestão é o uso de hidratantes.

Afinal, eles não apenas melhoram o seu aspecto do ponto de vista estético, mas também dão um aporte à proteção contra microrganismos que podem causar inflamações cutâneas.

4.4 Moda masculina

moda masculina

Você certamente ouviu aquele ditado que diz “a primeira impressão é a que fica”, não é verdade? Portanto, já deve saber a importância do visual se quiser se destacar em uma entrevista de emprego, no círculo de amigos, na hora da conquista etc.

Então por que cometer o erro de não investir no seu vestuário? Homens que insistem em ter um guarda-roupa enxuto e sem opções dificilmente vão chamar a atenção das outras pessoas.

E isso acontece porque a moda funciona como uma ferramenta para expressar o seu “eu”, lhe proporcionar mais confiança e lhe deixar muito mais atraente. Por essa razão, comece dando adeus àquelas peças frouxas e com caimento desproporcional ao seu corpo.

Dê preferência às peças que estejam de acordo com as suas medidas. Dessa forma, você valoriza e realça o seu físico. Um bom exemplo são as roupas slim fit. Aposte também em camisetas básicas.

Ter uma boa variedade delas é ideal para compor looks neutros e mais casuais que podem servir tanto para ir à faculdade como o trabalho. O mesmo vale para o jeans. Ele é uma peça-chave no seu vestuário e contar com modelos e cores diferentes facilita a produção de visuais.

Se você não abre mão do uso de bermudas, principalmente por causa do calor, evite os modelos com bolsos lateral do tipo cargo. Isso porque elas geram volumes nas suas pernas e provocam um aspecto bastante chamativo. Por isso, prefira modelos de sarja, tanto lisas quanto estampadas.

Meias estampadas também são outra tendência do mundo da moda masculina. Vale a pena explorar a variedade de cores e estampas, como as geométricas e étnicas, em composições onde elas ficam propositalmente aparentes.

Já os tênis de corrida são indicados apenas para a academia ou para a prática de exercícios ao ar livre. Se você não fará nenhuma das duas coisas, evite usá-los, pois passam a imagem de desleixo e falta de compromisso.

Uma boa solução é apostar em outros modelos de calçados, como o sapato social, o driver ou o dockside para ocasiões mais formais ou os tênis de lona e os sneakers para situações mais casuais.

4.5 Acessórios

moda masculina

Fonte: Key Design

Além dos cuidados anteriores, outro ponto que ganhou destaque no mundo da moda masculina foram os acessórios. Eles deixaram de ser meros coadjuvantes e passaram a ter papel de destaque nas composições do homem moderno.

Por meio deles você consegue não apenas repaginar seu visual, mas principalmente reforçar o seu estilo imprimindo em cada item um pouco da sua personalidade.

E entre a variedade de peças disponíveis atualmente é o material que ganha mais destaque na hora de escolher colares, pulseira e afins. Afinal, cada um pode combinar de forma mais harmônica com determinada ocasião. O couro, por exemplo, é a grande tendência do momento.

E isso se deve a vários fatores como a sua versatilidade — que lhe permite ser usado em diversos ambientes, seja a faculdade, o trabalho ou um encontro com a namorada —, seu aspecto mais masculino e a variedade de modelos.

Fora ele, outras opções que você pode incluir no seu cotidiano são os de cordas e tecidos, os de metal e os de pedra.

Os dois primeiros mesclam os estilos casual e despojado e vão muito bem em produções para curtir a praia ou uma piscina com os amigos — especialmente nas versões náuticas, com fechos em formato de âncora.

Já o segundo é uma excelente alternativa para quem procura acentuar a pegada urbana nos looks e deseja incrementar o visual para a balada e outros programas noturnos.

Por fim, temos os acessórios de pedra, ideais para composições mais neutras e casuais, seja para um fim de semana ou um passeio com a galera. Vale ressaltar que ao usar pulseiras, colares, anéis e demais itens é sempre importante pensar no equilíbrio.

moda masculina

Fonte: Pinterest

Isso porque é fundamental que haja uma harmonia visual entre eles e as roupas que você usará, caso contrário, o efeito alcançado será o oposto do esperado. Abaixo seguem algumas dicas importantes:

  • Camisetas básicas e jeans formam uma excelente combinação casual e despojada com colares.

  • Você pode investir no pulseirismo, isto é, usar várias pulseiras em um mesmo braço ou então em ambos combinando com outros acessórios, como o relógio.

  • Em ocasiões mais formais prefira modelos lisos e minimalistas de anéis por serem mais discretos e sutis.

  • Homens com pescoço mais largo devem usar colares finos e alongados para não evidenciar ainda mais a região.

O mundo da moda masculina não deve ser encarado como um tabu muito menos vistos com conceito errôneos como já aconteceu no passado. Ele é uma fonte quase inesgotável para você aprimorar não apenas o seu guarda-roupa, mas também a sua aparência, harmonizando a sua imagem para um estilo de vida que você deseja. Por isso, explore as tendências e as novidades e, aos poucos, construa sua identidade com muito bom gosto e personalidade.

E aí, depois dessa leitura aprofundada sobre o assunto qual a sua opinião sobre a moda, preconceitos e tabus? Deixe seu comentário!

 

moda masculina